Dieta do Bebê Dicas e Sugestões!

 

Dieta do Bebê. Muito mais importante que como preparar a refeição é a postura dos adultos diante da alimentação da criança

O que você precisará

Mantenha horários fixos de refeições. Não acorde o bebê para comer.

Mantenha local fixo de refeições. Sem TV.

Deixe de jejum por pelo menos 3 horas antes das refeições salgadas. Algumas crianças precisam de mais tempo.

Dê líquidos somente após as refeições.

Não ofereça “petiscos” (inclui água de coco, suco, bolacha) nos intervalos, só água.

Sempre prefira as frutas em relação aos sucos.

Tente socializar as refeições.

Deixe-o manipular a comida.

O tempo da refeição é da criança (paciência até 1h).

A quantidade da refeição é da criança. Não comparar!

NÃO TORNE A REFEIÇÃO UM EVENTO.

NÃO TORNE A REFEIÇÃO UM STRESS.

Não negocie a refeição, determine a dieta.

NUNCA substitua (“pelo menos”).

Se não comer ofereça até 3x ou até 1h.

O mesmo alimento pode precisar ser oferecido mais de 8x antes da criança gostar, então paciência. Quando não gostar, na próxima vez tente um preparo diferente do mesmo alimento.

Não faça rotina com criança doente.

1 porção completa de proteína ou 2 porções menores se for colocar proteína de origem animal (carne/ovo) e vegetal (grãos/leguminosas)

1 porção de carboidrato (cereais ou tuberculos/raizes)

1 ou mais porções de legumes

1 ou mais porções de verduras (folhas)

1 colher de chá de azeite (acrescentar depois de pronta – não levar ao fogo!)

mínimo de tempero e sal (iniciar sem sal e ver se aceita)

2 porções de fruta/dia (Lanches da manhã e da tarde ou sobremesas do almoço e jantar, o que encaixar melhor na rotina. Em geral quem mamava de 4/4hs acaba precisando de mais tempo de jejum para ter apetite e as frutas ficam para sobremesa enquanto quem mamava de 2 ou 3hs de intervalo precisam de lanchinhos a cada 3hs)

2 refeições salgadas/dia (almoço e jantar)

No mínimo 350ml leite/dia (para quem mantém peito em torno de 3 mamadas/dia) e máximo de 800ml/dia. Excesso de leite (sejam mamadas no seio ou formula), como mamadas de madrugada após os 6 meses de idade sempre causam desequilíbrios nutricionais

Tubérculos: Batata – Batata-doce – Inhame – Mandioca – Mandioquinha

Cereais: Arroz – Farinha – Aveia – Macarrão – Quinoa – Chia (sempre prefira cereais integrais como arroz integral, macarrão integral)

Carne de vaca – Carne de frango – Fígado – Peixe – Frutos do mar* – Carne de porco* – Ovo – Leite – Queijo – Iogurte – Coalhada

Feijão – Feijão branco – Feijão preto – Lentilha – Ervilha -Grão de bico- Soja

Frutas: Abacate – Abacaxi – Acerola – Ameixa vermelha – Ameixa amarela – Ameixa preta – Banana-maçã – Banana nanica – Banana prata – Caju – Cereja – Figo – Fruta do conde – Goiaba – Jaca – Kiwi – Laranja pêra – Laranja lima – Limão – Lima – Maçã – Mamão – Maracujá – Melancia – Melão – Morango – Pêra – Pêssego – Tangerina – Uva – Manga – Caqui…

Legumes: Abóbora – Abobrinha – Berinjela – Beterraba – Cenoura – Chuchu – Pepino – Pimentão – Tomate – Vagem…

Folhas/Verduras: Acelga – Alface – Almeirão – Agrião – Brócolis – Catalônia – Couve – Couve-flor – Espinafre – Erva-doce – Repolho – Rúcula…

Temperos: Alecrim – Alho – Alho poro – Cebola – Cebolinha – Coentro – Hortelã – Manjericão – Mostarda – Salsa – Sal (mínimo de sal possível).

Carne bovina, berinjela, batata, agrião

Frango, chuchu, mandioquinha e espinafre

Frango, tomate, batata e brócolis

Gema, abobrinha, batata doce e alface

Fígado, abóbora, batata e espinafre

Carne bovina, arroz, beterraba e acelga

300g de fígado de boi

2 mandioquinhas médias

2 abobrinhas pequenas

2 e 1/2 xícaras de chá de acelga picada

2 colheres de sopa de cebola ralada

2 colheres de s opa de salsa picada

1/3 de xícara de chá de arroz cru lavado

1 colher de sopa de óleo de milho ou girassol ou azeite

3 litros de água.

300 g de batatas (cortado em cubos pequenos)

1 cenoura média (cortado em cubos pequenos)

4 folhas de alface

1 tomate pequeno (sem pele e sem semente picado)

300 g de patinho bem picadinho

1 xícara de macarrão padre nosso

1 pitada de sal (opcional)

1 colher (sopa) de azeite

1 colher (chá) de salsinha

1 rodela de alho poro

1 colher (sopa) de cebola ralada

Entre as partes do frango, prefira coxa e sobre coxa (mais ricas em ferro).

Tente oferecer fígado 1x/semana no 1o ano de vida.

Tente oferecer gema de ovo 1-2x/semana.

A papinha salgada pode ser congelada em recipientes individuais por até 1 mês. Uma vez descongelada, o que sobrar deve ser jogado fora (não pode recongelar!).

Não existe restrições quanto ao tipo de panela (pressão, T-Fal, inox, ferro) desde que em bom estado.

O micro ondas pode ser utilizado sem restrições, tanto para preparar quanto para aquecer os alimentos do bebê, desde que não use recipipientes plásticos com BPA e que cheque se o dispositivo pode ser levado ao micro (a maioria dos pratinhos infantis tem escrito embaixo que não pode!)

Nunca ofereça leite ou derivados (iogurte, por exemplo) num intervalo menor que 1 hora da papinha salgada. O cálcio do leite atrapalha a absorção do ferro, facilitando o desenvolvimento de anemia.

Tente oferecer aveia em farelo misturada na fruta pelo menos 1x/semana a partir de 4 a 7 meses (a exposição ao glúten nessa faixa de idade parece reduzir o risco de doença celíaca no futuro)

Evite açúcar no 1o ano de vida (uma dieta sem açúcar reduz a colonização por bactérias formadoras de cáries na boca e diminui risco de obesidade, hipertensão, diabetes, distúrbios alimentares, etc).

dieta do Bebê

Lembre que o bebê menor que um ano geralmente é muito pouco exigente. A necessidade de mudar e introduzir coisas novas e diferentes (tipo gelatina, danoninho, sagu) é dos pais e não dele. Ele não conhece “porcaria” e só vai gostar e VICIAR se for exposto antes dos 2 anos de idade! Enquanto a criança não vai para escola cabe aos pais cuidar dos bons hábitos alimentares! Claro que acima de um ano uma escapa eventual e esporádica não perverte bons hábitos, mas antes de um ano deve-se evitar ao máximo a exposição a açúcar, farinha branca e sal e entre 1 e 2 anos reservar para situações de exceção. Se conseguir fazer isso seu filho será mais saudável e feliz ao longo da vida, não sentindo falta, dependência física por esses alimentos e mantendo prazer genuíno com as frutas e alimentos naturais.

dieta do bebê

Pode usar papinha Nestlé de vez em quando (para sair, no fim de semana…) sem culpa. Só não pode ser rotina!

Começar sempre com as frutas separadamente para avaliar aceitação do gosto e reação do intestino. Depois de algumas semanas pode misturar 2 ou mais frutas em uma papinha ou vitamina.

Água deve ser oferecida após o início das papinhas salgadas e nos bebês em aleitamento artificial, principalmente no verão! Não se assuste se o bebê não quiser no começo, é bem comum.

(Dados nutricionais 117 calorias, 7.4 g gordura, 13.06 g carboidratos, 8.31 g proteína, 26 mg colesterol, 514 mg sódio)

Comentários

Avatar placeholder